terça-feira, 23 de maio de 2017

Chapecoense x Palmeiras (Campeonato Brasileiro 2017 2ª rodada)

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE 1 X 0 PALMEIRAS
Local: Arena Condá, em Chapecó-SC
Data: 20 de maio de 2017, sábado
Horário: 19 horas (de Brasília)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Bruno Pires e Leone Rocha (ambos de GO)
Público: 10.323 pessoas
Renda: R$ 430.750,00
Cartões amarelos: Andrei Girotto (CHAPE); Willian (PALMEIRAS)
GOL:
CHAPECOENSE: Luiz Antonio, aos 27 minutos do segundo tempo
CHAPECOENSE: Jandrei; Apodi, Luiz Otávio, Victor Ramos e Reinaldo; Andrei Girotto, Luiz Antônio e Seijas (Nenén); Rossi (Osman), Wellington Paulista (Túlio de Melo) e Arthur
Técnico: Vagner Mancini
PALMEIRAS: Fernando Prass; Fabiano, Antônio Carlos, Juninho e Michel Bastos; Thiago Santos e Tchê Tchê; Roger Guedes, Raphael Veiga (Hyoran) e Keno (Iacovelli); Willian (Erik)
Técnico: Cuca
JOGO NA ÍNTEGRA
1º Tempo

Um comentário:

  1. Assistindo aqui o jogo eu percebi que o Palmeiras fez um bom 1º tempo, a chape conseguiu chegar com perigo mesmo aos 42 minutos naquela jogada em que o Antonio Carlos tirou a bola de cabeça mesmo já ter caído no chão.
    Tiago Santos fez uma boa partida, marcando bem, preenchendo os espaços e subindo ao ataque nas bolas paradas;
    Raphael Veiga foi um pouco tímido, mas cabe ressaltar que a marcação em cima dele foi enorme, ele não conseguiu jogar solto não, apanhou muito, o time da chape deu muita porrada nele e no Keno.
    Keno estava em uma noite infeliz, pois errou tudo o que tentou, mas não faltou vontade apoiou no ataque e na defesa, mas apanhou muito.
    Michel Bastos foi muito seguro na partida, errou no lance do gol da chape por não acompanhar o Rossi que saiu no mano a mano com 2Tchê;
    2Tchê também ficou muito preso na marcação e não conseguiu criar nada na partida, levou azar no lance do gol pois estava marcando o Artur e teve que ir pra cima do Rossi, mas acabou sendo driblado com facilidade pois estava um pouco longe do jogador.
    Fabiano foi bem na defesa, mas no ataque errou tudo o que tentou.
    Juninho e António Carlos foram muito bem na defesa, não comprometeram e ainda ajudaram no ataque nas bolas paradas.
    Roger Guedes na minha opinião foi o pior em campo, correu pouco e andou muito, não criou quase nada e também não apoiou na defesa quando precisou.

    ResponderExcluir